Nossa História

Em meados de 1970, a marca Objetivo inicia sua expansão pelo interior do Estado e por outros estados da federação, hoje conta com uma unidade até no Japão.

Em Piedade o Colégio Objetivo iniciou suas atividades em 02/01/2000 com a sociedade do Engenheiro Marcelo Massad de Lucca, o contador Ronaldo Ribeiro e o professor de Língua Portuguesa Hideki Ohe.

O Sr. Hideki Ohe, a convite do pai do Sr. Marcelo, o Sr. Júlio de Lucca e pelo Sr. Ronaldo,  abriram um cursinho intensivo de pré-vestibular na sala de convenções do Hotel Ibitur no 2º semestre de 1993, onde dava aulas de Gramática (Língua Portuguesa). Eles se conheceram no Objetivo de Alphaville, em 1990.  Dado o sucesso obtido nesse cursinho e observando que vários alunos de Ibiúna se deslocavam para Objetivo de São Roque. O Sr. Júlio e Sr. Ronaldo convidaram o Prof. Hideki Ohe para abrirem uma unidade do Objetivo em Ibiúna no ano 1994. Consequentemente,  em vista do sucesso do Objetivo em Ibiúna, foi inaugurada em 2001 a unidade do Colégio Objetivo de Piedade.

O Objetivo Piedade teve durante muito tempo o Diretor Pedagógico senhor José Luiz de Queiroz e a Coordenadora Pedagógica Maria Aparecida Ayres de Abreu Freire (in memorian), e hoje em seu quadro administrativo estão as coordenadoras Elaine Maria Pereira Prestes de Oliveira (Ensino Médio), Maristela Moreno Peres Tardelli (Fundamental 2) e Deise Lea Zenthofer Kitadani (Fundamental 1 e Educação Infantil). Tem como Diretor Pedagógico o Sr. Hideki Ohe e na Diretoria Administrativo-financeira o Sr. Marcelo Massad de Lucca e Sr. Ronaldo Ribeiro.

Funciona em dois turnos: no período da manhã, o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e o Ensino Médio (1ª a 3ª série); no período da tarde, a Educação Infantil (Infantil I ao III) e o Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano).  O conteúdo programático é concretizado através de apostilas pedagógicas do Objetivo-São Paulo, de duração bimestral, que apresentam conteúdos de aulas, atividades complementares e tarefas de casa. Essas apostilas são impressas em Editora própria.

O colégio mantém aulas curriculares e outras de enriquecimento pedagógico que são ministradas fora do horário normal e que estão assim distribuídas: reforço, plantão de dúvidas, Educação Física e Atualidades (estas, específicas para o vestibular).

As perspectivas que se abrem nos mais variados campos do saber implicam um modelo educacional permanentemente aberto ao novo, ao dinâmico, ao interativo – para a formação da cidadania à altura de um mundo moderno em constante transformação.